Como criar cabras

Interessado em saber como criar cabras?

Finalidade

Cabras podem ser criadas para obtenção de carne, fibras, leite, ou simplesmente como animais de estimação.

Raças

Com a finalidade definida, é hora de escolher a raça.

  • Carne: Espanhola, Boer, Savana, e
  • Fibras: Angorá, Cabra-da-Caxemira e Nigora.
  • Leite: Saanen, Núbia, Alpina e Toggenburg.
  • Estimação: Anã nigeriana, cabra-anã e Kinder.

Espaço Necessário para Criar Cabras

Para se criar cabras, é necessária uma área exterior para se exercitarem e pastarem e um espaço fechado, para abrigo e descanso. O ideal é um espaço entre 3m² a 4,5m² para cada cabra adulta.

Escolha dos Animais

Como as fêmeas precisam emprenhar para produzir leite, é recomendável também a aquisição de um reprodutor para cobri-las.

Entretanto, alguns cuidados devem ser tomados no manejo dos reprodutores como providenciar um criadouro separado com uma distância de pelo menos 50 metros do local onde for feita a ordenha das cabras e cuidar para que o reprodutor não tenha laços de parentesco com as fêmeas, para evitar a endogamia (mais conhecida como consanguinidade).

Idade

A escolha da idade dos animais é influenciada pelo orçamento disponível e pela expectativa de em quanto tempo se espera que os animais produzam leite, carne ou fibras.

Cabritos: (a partir de oito semanas) São relativamente baratas, mas leve em consideração que levará aproximadamente um ano e meio antes de se reproduzirem.

Cabras que ainda não tenham procriado: Cabra já adulta e que ainda não procriou. São mais caras que as cabritas, mas geralmente não é necessário esperar para procriar.

Cabras que esteja com leite: Cabra adulta e que esteja produzindo leite no evento da compra.

Tamanho do Rebanho

Considere que cabras são animais de rebanho. O ideal é começar a criação com no mínimo duas cabras. Um único animal irá se sentir sozinho e pode se tornar barulhento ao “chamar” por companhia.

Cercados

Cabras são ótimas em passar por pequenas fendas e em escalar cercados. Visando evitar fugas, faça um cercado da melhor qualidade possível, com material resistente, pesado e evitando materiais que sirvam de “escada”.

Alimentação

Se você for criar cabras em uma área verde ou rural, permita que elas saiam à procura de alimentos. Cabras tem preferência por galhos, folhas e mato ao invés de grama. Complemente a dieta com feno, grãos e minerais, conforme a necessidade do rebanho.

Importante fornecer um suprimento constante de água fresca, principalmente em regiões de clima mais seco.

Reprodução e Ordenha

Só faça as cabras procriarem ao atingirem a maturidade. Decida o que fazer com os filhotes. Cabritas são mais procuradas por causa do leite e podem ser vendidas assim que desmamarem. Cabritos devem ser castrados ao atingirem três meses de idade, caso não sejam mantidos para reprodução.

Uma vez que uma cabra tenha gerado sua primeira prole, vai começar a produção de leite que vai durar por cerca de 305 dias após o parto. As cabras devem ser ordenhadas diariamente e caso a produção de leite seja alta, podem ser feitas duas ordenhas por dia.

Maiores informações a respeito de como criar cabras em:

ACCOBA

Quais as raças de caprinos de leite?

Como criar cabras (em inglês)

Como começar uma criação de cabras

Montamos aqui um passo-a-passo para se começar uma criação de cabras.

1.     Legislação e Regulamentações Para Começar uma Criação de Cabras

Ao começar uma criação de cabras, é importante consultar a legislação do Ministério da Agricultura em vigor e as normas básicas do Programa Nacional de Saúde Animal.

2.     Tamanho do Capril

Pela sua característica sociável, é aconselhável começar uma criação de cabras com pelo menos duas cabras. Assim se diminui a probabilidade das cabras tentarem escapar ou se tornarem arredias.

3.     Escolhendo os Animais

Como as fêmeas precisam emprenhar para produzir leite, ao começar uma criação de cabras é recomendável também a aquisição de um reprodutor para cobri-las.

Entretanto, alguns cuidados devem ser tomados no manejo dos reprodutores como:

  • Providenciar um criadouro separado com uma distância de pelo menos 50 metros do local onde for feita a ordenha das cabras
  • Cuidar para que o reprodutor não tenha laços de parentesco com as fêmeas, para evitar a endogamia (mais conhecida como consanguinidade).

4.     Idade das Cabras

Cabras mais novas (no mínimo oito semanas, pois precisam estar desmamadas e vacinadas) apegam-se mais aos humanos, porém podem levar de um a dois anos para começar a produzir leite. Caso opte por começar uma criação de cabras com animais com idade entre 6 meses e 1 ano, esse tempo é reduzido e inclusive possibilita a opção de comprar cabras já cruzadas para agilizar ainda mais a produção de leite.

5.     Escolha da Raça

Antes de começar uma criação de cabras, vale uma consulta cuidadosa a respeito das características de cada raça antes da escolha. Consulte o artigo “Quais as raças de caprinos de leite?” para conhecer um pouco melhor as raças.

6.     Prepare o Criadouro

Cabras são ótimas em passar por pequenas fendas e em escalar cercados. Visando evitar fugas, para começar uma criação de cabras, faça um cercado da melhor qualidade possível, com material resistente, pesado e evitando materiais que sirvam de “escada”.

7.     Abrigo

As cabras precisam de abrigo contra frio e chuva. Considere o clima de sua região para construir um curral que ofereça um abrigo adequado para evitar que os animais adoeçam.

8.     Prepare o terreno

Antes de começar uma criação de cabras, é preciso eliminar do terreno onde o rebanho irá ficar qualquer planta venenosa ou de cheiro forte, que podem ser tóxicas para os caprinos.

9.     Suprimentos Necessários

Para começar uma criação de cabras, é recomendável consultar um criador experiente ou um veterinário para obter orientações a respeito das necessidades nutricionais do rebanho.

A preparação de áreas de capineiras, plantio de silagem ou outra fonte de volumoso é importantíssima e precisa ser pensada com antecedência, antes da chegada dos animais.

10. Chifres

A remoção dos chifres deve ser feita nos cabritos ainda jovens. Caso contrário, quando se tornarem adultos, os chifres podem acabar ferindo outros animais ou até mesmo pessoas.

11. Importante consultar um veterinário ou profissional especializado para realizar este procedimento. Ordenha

As cabras precisam ser ordenhadas diariamente. Dependendo da produção, podem ser ordenhadas duas vezes ao dia. A ordenha pode ser feita manualmente ou com ordenhadeira mecânica.

Em ambos os casos, a higiene é fundamental e o responsável por este processo deve obter um treinamento que o torne capacitado a desempenhar esta etapa, que é uma das mais importantes no processo de produção do leite.

Consulte maiores informações a respeito de como começar uma criação de cabras nos links abaixo:

EMBRAPA

Ministério da Agricultura

Revista Globo Rural

Centro Técnico de Cooperação Agrícola e Rural (em inglês)

Como montar um mini laticínio de leite de cabra

Neste artigo abordaremos os principais aspectos relacionados à como montar um mini laticínio de leite de cabra.

Estrutura Necessária

Para se montar um mini laticínio, a estrutura deve contar com uma área suficiente para comportar escritório, galpão de produção para a instalação de máquinas, equipamentos, produtos acabados e almoxarifado. Esse tipo de empreendimento agroindustrial exige aprovação do DIPOA (Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal) no que se refere a itens como:

  • Piso
  • Pé direito
  • Paredes
  • Janelas
  • Cobertura
  • Eletricidade
  • Água
  • Vestiário e banheiro sanitário

Equipamentos para montar um mini laticínio

Os equipamentos básicos necessários para se montar um mini laticínio são:

  • Tanque de recepção
  • Resfriador rápido à placas
  • Tanque de estocagem isotérmico
  • Pasteurizador rápido
  • Tanque pulmão (para receber o produto pasteurizado)
  • Embaladeira automática
  • Bomba sanitária de transferência
  • Tubulação e conexões sanitárias para a interligação dos equipamentos
  • Sistemas de produção de água gelada (para o resfriamento)
  • Câmara frigorífica para o armazenamento.

Pessoal Necessário

Considerando as atividades envolvidas para se montar um mini laticínio, os trabalhos podem ser iniciados com três pessoas no processo produtivo e uma na administração e vendas.

Capril

As raças de caprinos de leite mais comuns e mais conhecidas atualmente no Brasil são:

  • Saanen
  • Toggenburg
  • Parda Alpina
  • Anglo-Nubiana

Para conhecer mais a respeito das raças mencionadas acima, consulte este artigo: Quais as raças de caprinos de leite?

Comercialização

Montar um mini laticínio oferece a oportunidade de comercializar o leite de cabra pasteurizado, já que em algumas localidades os produtos sem pasteurização são considerados clandestinos.

A pasteurização consiste, basicamente, no aquecimento do leite a uma elevada temperatura, por determinado tempo, e depois resfriado a uma temperatura inferior a de antes, de forma a eliminar os micro-organismos patogênicos ali presentes.

A montagem de um mini laticínio também possibilita a comercialização do leite transformado em derivados, como iogurtes e queijos. Produtos que além de terem ótimo mercado, tem maior valor agregado para o produtor.

Envase

Antes de montar um mini laticínio, uma pesquisa no mercado de atuação pode auxiliar na escolha da embalagem utilizada no envase, que podem ser saquinhos, longa vida cartonados ou longa vida em frascos de vidro.

Saiba mais a respeito de como montar um mini laticínio em:

DIPOA

EMBRAPA

Novo Negócio

Quais as raças de caprinos de leite?

Apresentaremos abaixo as raças de caprinos de leite mais comuns e mais conhecidas no Brasil, suas origens e suas produções médias.

Raças de caprinos de leite

  • Saanen: Originária da Suíça, do Vale de Saanen, é uma raça de caprino de leite muito explorada devido a sua alta produção leiteira. Produz em média de 2,5 kg a 4,9 kg de leite, para um período de lactação de 260 a 305 dias. Vive bem em regime de confinamento, exigindo alguns cuidados e boa alimentação.
  • Toggenburg: Também originária da Suíça, do vale do Toggenburg, surgiu do cruzamento da cabra fulva de Saint-Gall com a raça Saanen. Tem grande aptidão produtiva, atingindo a média diária de 2kg a 4kg de leite, com um período de lactação que dura entre 255 a 290 dias.
  • Parda Alpina: Proveniente dos Alpes europeus, é uma raça de caprino de leite que se adaptou muito bem ao Brasil, permitindo uma boa produção leiteira. Produzem em média de 2,0 kg a 4,0 kg de leite por dia e um período de lactação com duração entre 240 a 280 dias.
  • Anglo-nubiana: De origem inglesa, surgiu do cruzamento da raça Nubiana com cabras comuns da Inglaterra. É uma raça extremamente rústica, se adaptou bem ao ambiente tropical, mesmo para criação em pasto. A produção média de leite e o período de lactação são menores que a média de outras raças leiteiras. Produz em média 2 kg de leite por dia e um período de lactação entre 180 e 240 dias Os cabritos são grandes, robustos, precoces, produzem mais carne e de qualidade muito boa, por esta razão é considerada uma raça de dupla aptidão.

Além das raças mencionadas acima, ainda podemos citar as raças de caprino de leite Murciana, Maltese e Mambriana, que possuem menor representatividade aqui no Brasil.

Quanto às cabras de raças nacionais, não existe nenhuma raça de caprino de leite e nenhuma se recomenda para a produção leiteira pela baixa produção e período de lactação pequeno.

Saiba mais a respeito das raças de caprinos de leite:

EMBRAPA

Característica da raça Saanen

ACCOMIG

História das cabras Saanen

A história das cabras Saanen começa no Vale de Saanen, Suíça. A cabra Saanen (Chèvre de Gessenay em francês) se espalhou pela Europa em meados de 1890, pela sua já então conhecida característica de boa aptidão leiteira.

As variedades da raça Saanen surgiram então do cruzamento dos animais exportados da Suíça com animais locais. Podemos citar como exemplos:

  • Saanen alemã: conhecida também como Branca Alemã, surgiu do cruzamento de animais importados da Suíça com raças rústicas locais. É de porte ligeiramente menor, mas ainda assim apresentando alta produção leiteira.
  • Saanen Francesa: Originou-se do cruzamento de cabras locais com animais importados da Suíça.
  • Saanen Britânica: Surgiu no início do século XX, para melhorar as cabras locais, a partir do cruzamento com animais importados da Suíça .
  • Saanen Israelita: Formou-se a partir do cruzamento de cabras Mambrinas com animais importados da Suíça e Holanda.

A Saanen é considerada a raça de cabra mais leiteira e a mais difundida em todo o mundo.

A história das cabras Saanen no Brasil

Historicamente, a raça Saanen se adaptou muito bem ao Brasil, tendo um bom desenvolvimento zootécnico e hoje o país tem animais de excelente qualidade. Essa qualidade foi alcançada com o cruzamento de cabras nacionais com animais importados de diversos países, principalmente da Europa e Estados Unidos.

Para se ter uma ideia, no Brasil a média diária de leite tem variado de 2,5 kg a 4,9 kg para uma lactação com duração de 260 dias a 305 dias. Exatamente por essa alta produção de leite, a raça Saanen sempre se destaca em torneios leiteiros pelo Brasil.

A criação de cabras leiteiras vem crescendo consideravelmente nas últimas décadas. Tem-se observado um aumento da procura e consumo de leite de cabra e seus derivados (principalmente queijos), tanto pelas suas características nutricionais como pela sua excelente digestibilidade, resultando em alimentos de excepcional valor biológico.

Saiba mais a respeito da história das cabras Saanen:

Associação Brasileira de Criadores de Caprinos

Canal Rural

Cabra Saanen

Características da raça Saanen

Originária da Suíça, uma das principais características da raça Saanen é sua aptidão leiteira. São caprinos de pelagem branca ou creme, com pelos curtos e finos, pele rosé, cascos amarelo claro, orelhas pequenas com as pontas ligeiramente voltadas para cima e pavilhão interno voltado para frente.

Possuem uma cabeça fina e delicada, pescoço delgado e corpo em formato de cunha. De grande porte, tendo em média 110 cm de comprimento, as fêmeas pesam entre 50 kg a 60 kg e tem entre 70 cm a 83 cm de altura. Já os machos, pesam entre 70 kg a 90 kg e tem entre 80 cm a 95 cm de altura.

Características da raça Saanen, de acordo com o padrão racial

  • Cabeça: Possuem cabeça média, de formato cônico, alongado e fino, com uma testa bem proporcionada e descarnada. O macho apresenta barba longa e a fêmea, pequena. Focinho é grande e largo. De perfil retilíneo ou sub-côncavo, possuem grandes olhos castanhos claro, com orelhas pequenas ou médias e eretas, apresentando chifres ou amochados.
  • Pescoço: Nos machos o pescoço é bem implantado, forte, musculoso e com pelos mais longos na parte superior. Nas fêmeas é delgado, longo, harmonioso, com pelos não muito grossos e mais longos que o resto do corpo. Podem ou não apresentar brincos.
  • Tronco: Tem o tronco bem conformado, longo e profundo, com a linha dorso-lombar retilínea, peito saliente e amplo, bem largo nos machos e um tórax amplo e profundo, com costelas bem arqueadas. O Ventre também é amplo, profundo e de boa capacidade, seguido por ancas bem separadas e garupa longa e larga, suavemente inclinada.
  • Membros: Apresentam membros alongados, bem proporcionados, com bons aprumos dianteiros, fortes e com articulações firmes nos machos e mais finos nas fêmeas, acompanhados por cascos fortes e de coloração amarelo claro.
  • Úbere: Simétrico comprido, bem desenvolvido, profundo, largo, possui textura fina consistência esponjosa, com veias mamárias longas, tortuosas e grossas.

Outras características da raça Saanen são o comportamento dócil, vivem bem em confinamento com alguns cuidados e boa alimentação. As fêmeas são bastante férteis, frequentemente tendo dois cabritinhos por gestação e algumas vezes até três.

Para saber mais a respeito das características da raça Saanen:

Associação Brasileira dos Criadores de Caprinos

Canal Rural

Wikipedia

Cabras gritando igual humanos

Você já deve ter visto  na internet alguns vídeos de cabras gritando igual humanos e se perguntado qual a razão para as cabras fazerem isso.

Quando perguntados a respeito, especialistas em caprinos explicam que não veem graça nenhuma em cabras gritando igual humanos: “Talvez para algumas pessoas seja divertido. Sou um produtor de cabra e não considero nem um pouco engraçado”, disse o Dr. An Peischel da Universidade Estadual de Tennesse em uma entrevista para o site Slate.com.

Os especialistas apontaram que algumas dessas cabras gritando igual humanos não são inteiramente caprinos: “Os indivíduos que fazem esses barulhos não eram 100% cabras”, explicou Dr. Peischel, complementando que “Existem algumas ovelhas envolvidas“.

Para  caprinos, gritar não é incomum. Eles vão gritar por vários tipos de razões diferentes. “Cabras mãe ‘gritam’ para chamar seus filhotes quando eles se separam“, explicou o especialista em caprinos Dr. Daniel Waldron de Texas A&M, e “jovens cabritos também ‘gritam’ para chamar suas mães.”

“As cabras também podem ‘gritar’ quando elas esperam ser alimentadas”, continuou explicando o Dr. Waldron. “Se eu alimentar uma baia de cabras, a segunda baia pode começar a ‘gritar’ porque querem ser alimentadas também.”

Dr. Jean-Marie Luginbuhl, um especialista em caprinos de carne na Carolina do Norte, concordou: “Na minha experiência com cabras, não é preciso muito para que fiquem ‘gritando’, como se estivessem sendo torturadas, simplesmente ao lidar com elas.”.

E por que algumas cabras gritando soam tanto como seres humanos? Aparentemente isso ainda é um mistério. Mas a primeira coisa a entender é que nem todas as cabras vão soar como seres humanos.

Ao contrário, as cabras tem “vozes distintas”, explicou o Dr. Luginbuhl. Enquanto algumas cabras gritando podem soar como seres humanos, outras cabras têm vozes diferentes e podem não soar em nada como os seres humanos.

Aprendendo sobre a cabra e seu leite

Os pastores de rebanhos de cabras do Oriente Médio observavam que alguns animais procuravam certas frutas pequenas de cor avermelhada  para comer, e adquiriam muita energia, se mostrando mais dispostas e ativas. A partir de então, o homem passou a colher, secar e utilizar esta fruta para fazer a bebida mais famosa que existe atualmente no mundo, o café.

A cabra é um animal muito curioso e experimenta de tudo, e faz sua alimentação equilibrada buscando os nutrientes que precisa, por isso é bastante ágil e tem muita energia.

O leite de cabra sempre foi muito apreciado desde os tempos antes de Cristo e tem sido fonte importante de alimento para o homem, que procurava ter cabras em suas propriedades, e mais recentemente em seus quintais como animal doméstico.

Na Alemanha e em algumas regiões da França, Suíça e Itália, a cabra é um animal doméstico e as famílias tem sempre duas ou mais cabras para o consumo do leite e para a produção artesanal de queijos, que são muito saborosos e apreciados.

O leite de cabra é naturalmente homogeneizado, encorpado e um excelente alimento para o homem, recomendado para crianças e adultos com problemas de digestão da gordura de outros tipos de leite. Isto porque possui micro partículas de gordura e apresenta algumas características semelhantes ao leite materno como nível de proteínas, tipo e tamanho de gordura.

Experimente e habitue-se ao leite de cabra, você vai gostar.

Cleópatra, rainha do Egito, banhava-se com leite de cabra a fim de conservar sua pele jovem e macia

A história conta que Cleópatra, rainha do Egito, banhava-se com leite de cabra a fim de conservar sua pele jovem e macia.

A explicação para tal fato é que o leite de cabra tem micro moléculas de gordura e estas dão facilmente absorvidas pela pele, recompondo a camada oleosa e natural. Por este motivo também é que muitos fabricantes de cosméticos e cremes hidratantes utilizam o leite de cabra como matéria prima em seus produtos.

A história conta também que muitos séculos depois da admiração de Cleópatra pela cabra e seu leite, Mahatma Gandhi, líder pacifista, fazia uma grande propaganda do leite de cabra pela sua qualidade como alimento, e inclusive transportava consigo em suas pregações e viagens uma cabra leiteira, para sempre ter o precioso alimento a sua disposição.

Muito tempo se passou desde então para que o homem e a ciência pudessem medir e quantificar as qualidades e propriedades dos diferentes leites de origem animal, compreendendo suas diferenças.

Consistente, encorpado, rico em vitaminas e facilmente assimilado pelo organismo, pois tem glóbulos de gordura menores, o leite de cabra é indicado para a alimentação de crianças com problemas de metabolismo de gorduras de produtos de origem animal.

O leite de cabra é naturalmente homogeneizado, quando congelado não separa sua gordura. Isso não acontece com o leite de vaca. Essa é uma das razões pela qual sorvetes fabricados com leite de cabra são muito mais saborosos.